Sem crônicas — Revolta da reforma

A linguiça já não tem o mesmo sabor.

Para se ter uma ideia, qualquer ideia já não tem mais a mesma cor.

Enterraram a trema. Sem nenhum dilema.

Coitada!

Não sei por que diabos ela era tão mal amada.

Mas os por quês não querem simplificar. Só para me amarrar. Enchem de formas quatro, fazem nós e calos nos sapatos, só pra causar.

Julgam o meu pra. Tem que ser para.

Para! Sem acento.

Quando vou saber se é esta ou está em movimento?

Senhor, quanto julgamento!

Julgam meu mas, que não vem logo atrás de uma vírgula.

Ninguém fala mais assim, rapaz.

Isso é coisa de língua há um século atrás.

Mas eu, leitora velha, sinto falta.

Me falta agora um charme no pinguim.

Tiraram a trema de mim, mas o tal do me, quase sempre tem que ser na merda do fim.

Esses jovens, que ousam digitar palavras feias. Alguém grampeia. Corta a língua fora.

Deixa o meu me ir pro começo.

Eu mereço um trisco de liberdade.

ME FALTA. Em caixa alta.

Sou .

Não entendo tanto apreço por tanta conjugação passada.

Ando de grama armada.

Esqueçam esse Machado!

Falar manco não é assim tão errado.

Algumas vezes até aceito.

Outras tento, ou esqueço.

Mas no fundo mesmo não perdoo. Dá uma ânsia, um enjoo de ver tanto olho redondo numa palavra só sem nenhum chapéu.

O novo e o velho fazem um escarcéu.

Eu enlouqueço.

Tento não ficar tão paranoico.

Logo me magoo de ver tanta ausência de circunflexo enquanto leem.

Me diga agora, nesse voo, qual o charme que ele tem?

E o pelo? Quando é cabelo ou o apelo para o verbo? E quando o queimo, como me manifesto?

Mostro a língua, nada certo, nada certo…

Quero de volta uns circunflexos. Uns tios, uns primos. Lembranças de menino.

Das coisas que a tia Maria me ensinou que têm.

Vou pôr quando convém.

Carrego esta portuga angústia, embora conserve alguma astúcia de seguir além.

Que Deus apazigue o meu ser pré e pós.

Que eu desate bem os hífens e nós das novas velhas normas.

Em prol da sobrevivência num mundo Wi-Fi .

E escreva em paz.

✌👌👏👏👏

Instagram

Vamos trocar ideias?

🥰Escritora✒️, cirurgiã 🔪mãe👻,em relacionamento sério com as palavras. Autora dos livros Vida Nada Moderna e Retratos da quarentena. www.izabellacristo.com

🥰Escritora✒️, cirurgiã 🔪mãe👻,em relacionamento sério com as palavras. Autora dos livros Vida Nada Moderna e Retratos da quarentena. www.izabellacristo.com